Textos

Cultivando a Paz (Leila Albuquerque)


  • · Cultiva-se a Paz.....

    · Desarmando-se dos pensamentos negativos...

    · Desarmando-se das mágoas e julgamentos....

    · Desarmando-se da impaciência.....

    · Desarmando-se da exclusão dos desarmados....

    · Desarmando-se dos conhecimentos que constroem muralhas e fronteiras....

    · Desarmando-se da aceitação acomodada diante das incoerências humanas...

    · Desarmando-se da indiferença...

    · Desarmando-se de nós mesmos... Do querer sempre sermos merecedores....Precisamos ser justos...Nem sempre vencedores...

    · Desarmando-se da negação ao pedido de ajuda no olhar da criança de rua....

    · Desarmando-se da omissão de escutar os gritos (mudos) dos jovens, que expressam através das drogas, o quanto este mundo está uma droga..

    · Desarmando-se do preconceito....

    · Desarmando-se de acharmos sem importância os animais na rua, que na mísera condição que se encontram,escancaram aos nossos olhos a extrema necessidade de cuidados...

    · Desarmando-se de não permitir o Sopro da Vida fluir através desta imensa rede, obstruídas por tantas “armas de defesas”.

    · Que nós consigamos nos desarmar da falta de ação diante de tudo isto! Do vazio de nada, ou muito pouco fazer....

    · Cada pequena gota regada na semente da Paz, alivia...Reaviva...Umedece os caminhos...Desenruga a alma!

    · Se várias gotas se irmanarem, um grande mar de ações inundará esta cidade, e quem sabe esta semente, que teima em resistir em nossos corações possa enfim desabrochar!

    · ( Des ) AMANDO !

Topo do Site